Inclusão no Cadastro Positivo passa a ser automática

11:43 h

A inclusão automática do nome dos consumidores no Cadastro Positivo já está em vigor. Antes, a adesão era voluntária e reunia dados de aproximadamente seis milhões de pessoas. Agora, a expectativa é que o banco de dados receba informações de mais de 110 milhões de pessoas.

O cadastro é um serviço prestado por empresas especializadas que existe desde 2011. A lei que determinou mudanças no serviço foi sancionada em abril pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. A expectativa é que a medida facilite a concessão de crédito e reduza juros para os bons pagadores.

Com o cadastro, cada brasileiro deverá ter um score, ou seja, uma nota de crédito definida de acordo com o pagamento de suas contas como empréstimos bancários, cartão de crédito, cheque especial e de serviços públicos de fornecimento de água, luz e telefone. Terá nota mais alta o bom pagador que arca com seus compromissos em dia. Essa avaliação será considerada pelas instituições financeiras na hora de conceder crédito.

O chefe do Departamento de Normas e Regulação do Banco Central, João André Calvino, explicou que o consumidor que não quiser ter seu nome no Cadastro Positivo deverá pedir a retirada às empresas que operam o sistema. “O consumidor tem a opção também de suspender, congelar esse cadastro. A informação continua fluindo para o cadastro para construir as estatísticas, mas o cadastro não vai poder passar essa informação do seu score para nenhum consulente. O consumidor tem todo do direito de não participar ou de congelar essa nota”, disse.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal, José Carlos Magalhães, avaliou que a mudança no sistema positivo trará benefícios pra os bons pagadores e poderá reduzir juros. “Isso vem corrigir alguns erros que é a pessoa que paga em dia ter a mesma taxa de juros que aquele que paga atrasado. Aquele que paga pontualmente em dia terá um crédito aprovado mais rápido. Facilitará a vida do consumidor na obtenção de um crédito para pegar um apartamento, para comprar uma geladeira ou pegar um empréstimo pessoal”, disse.

Acesso ao crédito

O Cadastro Positivo também poderá ajudar aqueles que estão negativados uma vez que os pagamentos em dia influenciarão positivamente na nota de crédito. A avaliação poderá permitir que essas pessoas consigam novamente crédito.

Para os cidadãos que nunca tiveram acesso a crédito, o Cadastro Positivo vai ser construído a partir dos seus pagamentos em dia das contas de água,

Esta noticia já foi lida42 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *