Nova antena multisatelital amplia capacidade de monitoramento do território brasileiro

12:37 h

O Brasil vai contar com uma nova antena multisatelital, que vai ampliar o monitoramento do território nacional. O novo equipamento vai auxiliar órgãos de fiscalização ambiental a monitorar o território brasileiro, e assim identificar crimes ambientais, como o desmatamento.

Com custo de 5,8 milhões de dólares, a antena de recepção via satélite será instalada em setembro em área do Exército Brasileiro, no Campo de Instrução de Formosa, em Goiás. O equipamento deverá entrar em operação ainda em outubro deste ano

No começo de maio, equipe do Ministério da Defesa foi a Atlanta, Estados Unidos, onde recebeu em fábrica a antena multisatelital de observação da Terra. “A partir da instalação da antena, será possível receber imagens diretamente de satélites, nacionais ou internacionais, facilitando o monitoramento territorial, ambiental e de águas jurisdicionais do País”, explicou Péricles Cardim, diretor de produtos do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), órgão vinculado ao Ministério da Defesa.

O projeto do Censipam utiliza principalmente radar de abertura sintética (SAR) para gerar alertas de desmatamento a órgãos de fiscalização ambiental, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A aquisição da antena faz parte do projeto Amazônia SAR, que faz o monitoramento territorial e ambiental do Brasil por meio de imagens de satélites. Com raio de 11,3 metros, a antena principal foi adquirida com recursos do Fundo Amazônia.

Esta noticia já foi lida54 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *