Morrem na Serra bebês siameses que dividiam o coração

Unidos pelo abdômen e tórax, os bebês nasceram no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves

Dois bebês siameses que nasceram no último sábado e dividiam o mesmo coração morreram na terça-feira (8) pela manhã na Serra.

Unidos pelo abdômen e tórax, os bebês nasceram no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra.

De acordo com um médico que não quis se identificar, os gêmeos foram classificados como siameses xipófagos (quando a ligação se dá pelo tórax), um caso considerado raro.

“Em toda a minha carreira, foi a primeira vez que me deparei com o nascimento de siameses. O estado de saúde deles era extremamente instável, e a equipe já esperava que eles não resistissem”, comentou.

O médico relatou que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) chegou a conseguir uma vaga em um hospital referência em cirurgias de gêmeos siameses, em Goiás, mas os irmãos não tinham condições de serem removidos, segundo ele.

“Também não aguentariam passar por uma cirurgia tão complexa, que chega a levar cerca de 30 horas para ser concluída”, explicou. O médico não soube dar informações sobre os pais das crianças.

Procurada, a Sesa não passou detalhes e nem comentou sobre o caso até o fechamento desta edição.

Com informações Tribuna Online.

Esta noticia já foi lida342 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *