Espírito Santo recebe III Encontro de Jongos e Caxambus

16:16 h

Dança coletiva, magia e tambores são elementos do Jongo, expressão afro-brasileira praticada nos quintais das periferias urbanas e em algumas comunidades rurais no Sudeste brasileiro. No âmbito das ações de preservação dessa manifestação cultural registrada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2005, acontece no município de Alegre, no Espírito Santo, o III Encontro Estadual de Jongos e Caxambus, entre os dias 12 e 14 de abril.

Na ocasião, as atividades de mobilização e articulação entre os grupos, realizada de forma representativa durante as reuniões de articulação estaduais, alcançarão todos os integrantes dos grupos, potencializando o seu envolvimento nas ações de salvaguarda que vêm sendo gestadas e geridas por um coletivo estadual.

A programação conta com homenagens aos Mestres e Mestras dos grupos, mesa de abertura com presença de autoridades, a análise conjuntural do Jogo/Caxambu como Patrimônio Cultural Nacional, Vivências Compartilhadas (tranças e turbantes, fabricação de instrumentos, toque de tambores e dança), exposição e venda de produtos artesanais produzidos pelos jongueiros/caxambuzeiros e apresentação de rodas de jongo/caxambu na Praça 6 de Janeiro, no Centro de Alegre.

A fruição do bem e seu compartilhamento coletivo são elementos importantes propiciados pelo Encontro, por meio do qual haverá a divulgação dessa manifestação cultural para a sociedade em geral, bem como para os alunos das instituições de ensino envolvidas na organização.  É prevista a participação de 23 grupos completos de Jongo e Caxambu do Estado e, ainda, a representação dos grupos de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. É esperado um público de quinhentas pessoas, entre jongueiros e caxambuzeiros, organizadores, convidados, comunidades estudantis e público alegrense.

O III Encontro Estadual de Jongos e Caxambus do Espírito Santo é uma realização da Superintendência do Iphan-ES, a partir de recursos de Emenda Parlamentar captados em 2018. É uma parceria com a Secretaria de Estado da Cultura (Secult), o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), a Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes deAlegre, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) – Campus Alegre, a Associação Cultural do Horizonte (Grupo de Caxambu do Horizonte Alegre) e lideranças Jongueiras.

Sobre o Jongo

O Jongo no Sudeste é uma forma de expressão afro-brasileira que integra percussão de tambores, dança coletiva e práticas de magia. É praticado nos quintais das periferias urbanas e em algumas comunidades rurais do Sudeste brasileiro. Foi inscrito no Livro das Formas de Expressão em 2005. Nessa região, é praticado nos estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Ao longo do processo de registro as comunidades que manifestaram o desejo de participar da discussão foram Jongo de Campos, Tambor da Fazenda Machadinha em Quissamã e Jongo de Porciúncula (RJ), Jongo de São José dos Campos (SP), Jongo de Carangola (MG) e de Presidente Kennedy (ES).

SERVIÇO

III Encontro Estadual de Jongos e Caxambus do Espírito Santo

Data: 12 a 14 de abril

Local: Alegre, ES.

Esta noticia já foi lida36 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *