Seag e Ifes firmam parceria para promover desenvolvimento da Agricultura

14:49 h

Com o objetivo de construir ações conjuntas, a Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) e o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) firmaram uma parceria voltada para o desenvolvimento da Agricultura capixaba. O acordo de cooperação técnica foi discutido nesta quinta-feira (4) e contou com a participação dos representantes de nove campus da instituição no Estado.

O objetivo é construir ações conjuntas de desenvolvimentos dos projetos que envolvam pesquisa, extensão, assistência técnica, cursos e palestras nas áreas da agricultura, agroindústria, aquicultura e pesca.

Pelo acordo, o Ifes apresentará ações que serão alinhadas com os planejamentos já existentes na Seag, possibilitando o aproveitamento do conhecimento técnico que o instituto tem, além da presença da instituição nos locais do Estado, onde a agricultura é forte.

Essa ações também visam a promover a difusão do conhecimento, com a participação dos estudantes de graduação do Ifes, atuando nas áreas de assistência técnica e extensão rural e também em atividades práticas ligadas à agricultura familiar, aquicultura e pesca.

Para o secretário de Agricultura, Paulo Foletto, essa integração entre a Secretaria e o Ifes é de grande importância. “Essa iniciativa demonstra a expansão e a importância das ações do instituto no Estado. Não tem como a instituição ficar de fora de setores importantes da agricultura, que possibilitam a produção de conhecimento”, afirmou.

Foletto destacou ainda, o alcance que o instituto tem no Estado, bem como sua visão empreendedora e a união das entidades ligadas à agricultura. “É preciso aproveitar essa capilaridade dos 22 campi do Ifes no Estado, que pode oferecer o desenvolvimento de um conceito de administração rural que capacite, desenvolva e profissionalize o agricultor. A participação do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e o do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) nesse processo é fundamental”, disse.

Para o secretário, essa também é uma boa oportunidade de organizar melhor algumas áreas, como, por exemplo, o setor da pesca. “É preciso saber o quanto se pesca, o que é produzido. O campus de Piúma, por exemplo, é o único do Ifes no País que conta com atividade focada exclusivamente para a pesca. É preciso promover essa integração. É um horizonte grande que temos pela frente e o governador Renato Casagrande entende isso como uma necessidade para o Estado”.

Para o reitor do Ifes no Espírito Santo, Jadir Pela, esse primeiro encontro vem para alinhar os trabalhos de parceria. “A ideia da reunião é integrar as ações da agricultura e da pesca com a as ações do Ifes, principalmente dos campi agrícolas com projetos, programas e possibilidades de fazer essa integração”.

Outro ponto destacado pelo reitor é a união de todas as entidades. “Eu vejo uma possibilidade muito grande, pelo próprio comportamento do governador Renato Casagrande e do secretário Paulo Foletto, que tem essa visão de integração das ações das instituições do Estado”, frisou.

Pela sinalizou como a instituição poderá contribuir nessa parceria. “O Ifes oferece ensino, pesquisa, extensão, ciência, tecnologia, inovação, empreendedorismo. Estou com um sentimento, visão e expectativa de que, em pouco tempo nós teremos muitas possibilidades de integração”, adiantou.

Esta noticia já foi lida102 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *