Reforma Tributária é tema de debate em evento no Banco Mundial

12:03 h

O projeto desenhado pelo CCiF, coordenado pelo economista Bernard Appy e pelos professores da FGV Eurico de Santi, Nelson Machado e Vanessa Canado, visa unificar o ICMS, o ISS, o IPI, o PIS e a COFINS em um único imposto, denominado IBS.

Vanessa Rahal Canado, professora de Direito Tributário da Escola de Direito de São Paulo (FGV Direito SP), participou da Conferência “Value-Added of Value-Added Taxes”, promovida pelo Banco Mundial nos dias 9 e 10 de maio em Washington DC (EUA).

A professora participou da mesa sobre o papel de formuladores de políticas públicas nas reformas tributárias, com o ministro das Finanças da Colômbia, Jesús Antonio Bejarano Rojas, Samuel Mulenga, economista sênior e pesquisador da Zâmbia e Miryam Yepes Salazar, diretora de Economia, Inteligência e Otimização de Tributos do Ministério da Economia do Peru.

“Participar de um evento desta envergadura é um marco importante no momento em que o Brasil está passando, quando estamos debatendo qual a reforma tributária o Brasil vai escolher para destravar a agenda de investimentos e simplificar a sua estrutura tributária”, explica a professora.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, apresentou nos últimos dias o Projeto de Reforma Tributária desenhado pelo CCiF (Centro de Cidadania Fiscal), coordenado pelo economista Bernard Appy e pelos professores da FGV Eurico de Santi, Nelson Machado e Vanessa Canado.

A proposta pretende unificar o ICMS, o ISS, o IPI, o PIS e a COFINS em um único imposto, denominado IBS (Imposto sobre Bens e Serviços), com uma alíquota única válida para todos os produtos e serviços.

Esta noticia já foi lida74 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *