Governador acompanha trabalho de reconstrução das cidades afetadas pelas chuvas

O governador Renato Casagrande retornou, nesta quinta-feira (23), aos municípios de Vargem Alta, Iconha, Rio Novo do Sul e Alfredo Chaves para acompanhar o andamento do trabalho de reconstrução das cidades e de assistência às pessoas afetadas pelas chuvas na região sul do Espírito Santo. Além das medidas já anunciadas para reestruturação econômica dos municípios, o governador anunciou que o Governo do Estado investirá na reconstrução de pontes que foram afetadas no desastre.

“A partir da semana que vem, vamos iniciar o trabalho de reconstrução das pontes, que terá um investimento forte do Governo do Estado. Mas também vamos precisar da ajuda do Governo Federal, especialmente nas áreas de infraestrutura e habitação popular”, apontou o governador.

Ao lado da vice-governadora Jaqueline Moraes e representantes das Prefeituras Municipais, da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros, do Exército Brasileiro e do Departamento de Edificações e de Rodovias (DER-ES), o governador circulou pelos quatro municípios, conversando com moradores e comerciantes, visitando abrigos e também conferindo de perto algumas estruturas que foram danificadas pelas chuvas. Ele também participou de reuniões nos comandos locais de gerenciamento do desastre.

O governador aproveitou a ocasião para agradecer mais uma vez aos voluntários que estão atuando em várias frentes na assistência aos moradores afetados pelo desastre. “É um momento de muita solidariedade e de muita ajuda. As pessoas dando as mãos para que a gente possa de fato colaborar com essa região”, disse Casagrande.

Reconstrução

Na última terça-feira (21), o governador Casagrande apresentou uma série de medidas emergenciais para reestruturação dos municípios afetados pelas chuvas na região sul do Espírito Santo. As ações vão desde o apoio presencial aos empreendedores locais, passando pela postergação do recolhimento de ICMS pelas empresas atingidas até a abertura de linhas de financiamento com juros subsidiados.

O Governo do Estado vai ainda reativar o Cartão Reconstrução, medida que havia sido adotada na ocasião das chuvas do final de 2013 que permite a doação de R$ 3 mil em dinheiro às famílias com renda até três salários mínimos que foram atingidas pela chuva para compra de material de construção e eletrodomésticos.

A Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) e da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) vão montar escritórios itinerantes para prestar consultorias aos empreendedores e empresários que tiveram seus negócios afetados. A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros terão bases em cada um dos municípios para agilizar a liberação de laudos para reconhecimento dos prejuízos com as chuvas.

Desde a noite de sexta-feira (17), quando teve início as fortes chuvas, o Governo do Estado está presente na região. São mais de 200 bombeiros militares, além de servidores do DER-ES e da Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan) que participam dos trabalhos de assistência à população e reconstrução das cidades.

Esta noticia já foi lida390 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *