Audiência pública reúne comunidade universitária e sociedade em geral no Teatro Universitário no ES

18:02 h

Cerca de 400 pessoas participaram nesta segunda-feira (10) da Audiência Pública em Defesa da Ufes e do Ifes: impactos do corte de verbas, organizada pelo Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF-ES) e pelos comitês criados nas duas instituições federais de ensino, com a participação das entidades representativas dos professores, dos servidores técnico-administrativos e dos estudantes: o Comitê em Defesa da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e o Comitê em Defesa do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

O evento, aberto ao público, foi realizado no Teatro Universitário, no campus de Goiabeiras, e teve início por volta das 16h30 com uma apresentação do reitor da Ufes, Reinaldo Centoducatte (foto), e do Ifes, Jadir Pela, sobre a conjuntura atual e uma avaliação dos impactos provocados pelos cortes orçamentários.

O evento também foi transmitido pela internet, sob a coordenação da equipe da Secretaria de Ensino a Distância da Ufes (Sead), o que possibilitou a participação do público presente nos campi do Ifes no interior e nos polos de Educação a Distância da Ufes.

A audiência pública contou com a presença do deputado federal Helder Salomão, além de representantes de sindicatos e movimentos estudantis da Ufes e do Ifes.

Entre os principais questionamentos apresentados pelo público estavam dúvidas sobre o pagamento de despesas para a manutenção do funcionamento das instituições (água, luz, segurança, etc), de auxílio estudantil e de bolsas de pesquisa e extensão

Esta noticia já foi lida77 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *