Praça em São Mateus ES cenário de prostituição, tráfico de drogas e vendas de barracas

10:04 h

São Mateus hoje passa por momentos delicados, com uma falta de fiscalização é até de segurança.

A praça Mesquita Neto localizada bem no coração da cidade, realmente se tornou um cenário de vergonha e falta de interesse de quem administra, para ordenar a ordem.

Mendigos, andarilhos e até tráfico de drogas, é flagrado por todos em meio a praca que é um patrimônio que tem história.

Construída em 1968, e recontruida em 2001, a praça Mesquita Neto deu se o nome de um jornalista, com os seus mais profundo trabalhos elaborados, hoje uma vergonha diante da sociedade.

Populares relatam que o local já e considerado ponto de vendas de drogas, prostituição, além de outros delitos que ocorrem dentro do espaço físico.

Segundo ainda os relatos, pessoas estão construindo barracas com ferragens e vendendo por até R$ 20.000,00, depois de pronta.

Com uma deficiência na fiscalização, o poder público pouco está se importando com uma praça que para eles, não tem importância.

A população questiona o descaso com a praça, por fazer parte da história, por se um patrimônio que é um símbolo para São Mateus.

Camelôs invadem a cada dia o espaço físico que é destinado ao publico, que não é fiscalizado e também não tem segurança, diante do que é visto hoje.

Realmente pessoas de bem não podem mais usar a praça como lazer, da forma como era antes, os mendigos e andarilhos é que fazem uso, e até mesmo de suas necessidades fisiológicas.

Comerciantes que atuam ao redor da praça, dizem que depois que a atual administração assumiu o município, a cidade virou uma desordem, com os vendedores informais tomando conta das calçadas, invadindo frente das lojas que pagam os seus impostos, além de afrontar os mesmos com mercadorias iguais e falsificadas.

Com isso a situação em São Mateus só se agrava, devido a própria gestão não demonstrar interesse no municipio, que desde que assumiu só pensa em festa, e esquece que o desenvolvimento depende da União de todos para um crescimento ágil, e que o futuro vem agradar a todos, até mesmo próprio que tem uma fábrica.

Portanto, o povo mateense espera uma resposta rápida, para que os mínimos problemas possam ser resolvidos, para que a cidade possa ser vista com outros olhos na sociedade.

Esta noticia já foi lida313 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *