Padrasto é preso por estupro á enteada em Conceição da Barra

VINY NASCIMENTO

Um homem identificado pelas iniciais J. S. L., 28 anos foi detido na tarde de sexta-feira (13) na Avenida Atlântica no Bairro Guaxindiba em Conceição da Barra por estar já a algum tempo abusando sexualmente de sua enteada de 11 anos de idade.

Segundo informações contidas em BU/PM o fato só foi descoberto porque a vítima teria comentado na escola onde estuda que estava sofrendo abusos sexuais e o autor seria o seu padrasto.

Diante das informações a mãe da vítima procurou o Conselho Tutelar, relatou os fatos e devido à gravidade das denúncias mãe, filha e uma Conselheira foram até a sede da 2ª CIA de Conceição da Barra.

Para a polícia, a vítima confirmou que vinha sofrendo abusos e o autor. Ela relatou ainda que não sabe precisar a quanto tempo vem sofrendo os abusos e nem a data em que o fato aconteceu pela primeira vez.

Após os relatos, a guarnição Policial se deslocou até o endereço da família e avistaram o suspeito que estava acabando de chegar em casa. Ele foi abordado e informado dos fatos e de que seria conduzido até a presença do Delegado de Polícia para que as providências de praxes fossem tomadas, haja visto que está sendo acusado de abuso sexual pela esposa e enteada.

Após tomar ciência, o acusado tentou reagir para evitar a condução, mas foi imobilizado a acondicionado no cofre da viatura policial. Em seguida o elemento começou os xingamentos contra os policiais que atuavam na operação. Foi quando um parente do acusado se aproximou e também tentou agredir o militar. Ele também foi detido e encaminhado para a 2ª CIA de Conceição da Barra.

J. S. L foi ouvido e  se conformado o crime responderá criminalmente por estupro de vulnerável.

Atualmente a pena no Brasil é de 6 a 10 anos de reclusão para o criminoso, aumentando para 8 a 12 anos se há lesão corporal da vítima ou se a vítima possui entre 14 a 18 anos de idade, e para 12 a 30 anos, se a conduta resulta em morte.

Esta noticia já foi lida30221 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *