Estabelecimento público proíbe taxista de trabalhar em São Mateus

Uma polêmica vem deixando taxistas aborrecidos já alguns dias em São Mateus. De acordo com as informações dos profissionais, a situação a cada final de semana só piora, eles dizem que estão sendo proibidos de estacionar em um local público, onde é considerado um ponto turístico da cidade.

Segundo relatos de outros profissionais em serviço, o local que é no Rio preto, onde atualmente funciona um forró todos os finais de semana, muitos procuram se deslocar para dar atendimento ao público que frequenta o espaço, mas segundo eles, um segurança está proibindo os mesmo de estacionar, pois o relato desse segurança, segundo os taxistas, é que  o estacionamento já está comprado por outros dois profissionais.

A polêmica que vem deixando os profissionais aborrecidos, é que os taxistas que compraram o espaço, os mesmos, já tem ponto, e a prefeitura não designou nenhuma marcação de ponto no local.

Segundo ainda os taxistas, em todo local público, o  estacionamento é livre para todos os profissionais que queiram atuar e se disponibilizem do seu tempo para atendimento ao público, porém existe um monopólio neste estabelecimento que só prioriza dois profissionais, inclusive, os  mesmos são do ponto da rodoviária.

Eles ainda relatam que um desses profissionais quando chega outros colega de profissão no local, esse (a), chama o segurança para retirar os taxistas que estacionam no espaço público.

Ainda dizem que esse segurança até ameaça em chamar a polícia, caso eles não saiam, entre outros taxistas, desafiam o tal segurança para garantir o direito de trabalho que é todos.

Assim alguns taxistas, estão se reunindo para ir até a secretaria para fazer a reclamação desse direito, e denunciar os taxistas que supostamente segundo o segurança disse que os mesmos compraram por um valor o direito no estabelecimento no Rio preto onde funciona um um forró.

Esta noticia já foi lida1808 vezes

2 comentários em “Estabelecimento público proíbe taxista de trabalhar em São Mateus

  • 10/12/2019 às 14:12 em 14:12
    Permalink

    Boa tarde a todos segundo a organização da área os locais citados pelo informante foram comprados, eles foram alugados segundo informações. E sobre a segurança dentro do que se encontra no estabelecimento e para conter situações de briga ou discenssões apenas e feito o pedido da retirada do veiculo, e os demais se negam a sair e chegam a desafiar o proprietário do estabelecimento.

    Resposta
  • 10/12/2019 às 14:12 em 14:12
    Permalink

    Boa tarde! Quem passou essa notícia sobre o estabelecimento do Rio preto não passou corretamente pois os taxistas não estão sendo proibidos de trabalhar no Rio preto eles só não podem ficar parados na área q é particular e nenhum segurança os ameaça de chamar a polícia e sim alguns dos taxistas que fala para os seguranças que se quiser que chame a polícia mas em momento algum os seguranças falam em chamar a polícia.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *