Vereadora acusada de rachid é cassada em Linhares

Em sessão extraordinária ocorrida na tarde desta quinta-feira (08), na Câmara de Linhares, no Norte do Estado, a vereadora Rosa Ivânia Euzébio dos Santos, a Rosinha Guerreira (DC) teve o mandato cassado por unaninidade.

As denúncias da comissão processante, que apontavam a utilização do mandato para prática de ato de corrupção ou improbidade administrativa; falta de decoro parlamentar e recepção de vantagens indevidas foram aceitas por todos os vereadores.

A sessão extraordinária teve a duração de uma hora e quarenta minutos e não contou com a presença de Rosinha Guerreira e de nenhum dos representantes da defesa da parlamentar.

Rosinha é acusada de rachid, quando o parlamentar se apropria dos salários dos seus servidores para que mantenham o cargo. Ela chegou a ser presa em fevereiro de 2018, dentro do seu gabinete, na Câmara.

Na época, ela confessou a prática ao Ministério Público Estadual (MPES), afirmando que usava o dinheiro para a compra de medicamentos e de cestas básicas para eleitores. Rosinha foi afastada do cargo no último mês de maio, assumindo no seu lugar, a suplente, Pâmela Maia (DC). Com informações Tribuna Online.

Esta noticia já foi lida1140 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *