Cena de filme: Perseguição, tiros, prisão e morte no município de jaguaré ES

16:33 h

Uma cena que parecia de filme, que a cidade de jaguaré viveu na tarde desta sexta-feira (03).

Uma cena jamais vista na cidade de Jaguaré, que segundo denúncias, uma caminhonete de cor branca com vários indivíduos havia efetuado disparos de arma de fogo contra as pessoas que estavam no “bar do Cristiano.

Esse mesmo veículo que de acordo com as informações seria uma caminhonete de cor branca com vários indivíduos e efetuaram disparos de arma de fogo contra as pessoas que estavam no “bar do cristiano”, localizado na comunidade do São Roque, que durante o deslocamento as “guarnições” se depararam com o referido veículo que ao avistar  empreenderam fuga.

De acordo com os militares foi iniciado o acompanhamento pelas ruas do centro da cidade, que ao passar nas proximidades do SAAE o veículo parou e foram efetuados pelos meliantes alguns disparos de arma de fogo do interior da caminhonete em direção a guarnição, que revidou a injusta agressão.

Neste momento dois homens saíram do veículo, o que vestia camisa amarela empreendeu fuga adentrando em meio ao matagal não sendo mais localizado, o outro se jogou ao chão, sendo este detido e posteriormente identificado como A. De J. Eliziário, que próximo ao local foi encontrado uma pistola .9mm de fabricação turca com dois carregadores, um encontrava-se vazio, o outro com dezoito munições e a pistola estava com uma munição na câmara.

Os militares continuaram o acompanhamento ao veículo que seguiu pela estrada de terra sentido a comunidade do japira, que a RP 4275 seguiu em apoio a guarnição até a comunidade do Japira, que a RP 3475 deslocou até o local dos disparos onde constatou que o nacional J. De S. Pereira estava caído no chão já sem vida, onde os militares foram informados que a ambulância do hospital municipal esteve no local e socorreu o nacional M. P. Rocha e constataram que o nacional J… estava sem sinais vitais.

Ainda com as informações, que segundo testemunhas, a vítima fatal estaria jogando sinuca juntamente com M. P. Rocha e outros dois homens no bar, quando o veículo amarok de cor branca parou em frente ao estabelecimento e desembarcou dois homens armados atirando contra as vítimas, que acertaram as costas de M…e continuaram atirando contra J…, que J…. correu para os fundos do estabelecimento e tentou pular uma cerca para fugir dos acusados.

Porém o mesmo foi alcançado pelos agressores, que os dois homens ao alcançar a vítima atiraram em sua cabeça e um dos homens de posse de um facão desferiu vários golpes, que logo saíram dizendo que só foram ali para matar, que fugiram no veículo tomando sentido ao centro da cidade.

A perícia da policia civil foi acionada, que após os trabalhos informaram que a vítima fatal possuía diversas perfurações e cortes na região da cabeça e costas, e  disparos de arma de fogo. Denuncias anônimas relataram que a VW Amarok utilizada no crime, encontrava-se abandonada em uma plantação de café próximo a estrada da Japira.

Os militares deslocaram ao local onde encontraram o veiculo com placa PKJ-1639, no seu interior foi encontrado um relógio marca lince de cor dourada, que A….. disse ser de sua propriedade, o veiculo foi conduzido ao pátio da 5ª Cia do 13º BPM, onde, o serviço reservado da polícia militar verificou que se tratava de um veículo clonado, que em contato com a polícia militar do estado da Bahia foram informados que a placa original era PEV-9837, veículo com restrição de furto/roubo, que só foi possível chegar a esta placa devido a uma etiqueta de identificação que se encontrava em baixo do banco do motorista. Sendo assim o conduzido foi encaminhado para o DPJ de São Mateus sem lesões corporais.

Esta noticia já foi lida1610 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *