PCES realiza operação para prender narcotraficantes e homicidas em Vila Velha

A equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha realizou a Operação Focus, na ultima quarta-feira (15).

A ação conjunta com a Guarda Municipal do município e com o Núcleo de Operações e Transportes Aéreo (Notaer), ocorreu nos bairros Zumbi dos Palmares, Pedra dos Búzios, Alecrim, 1º de Maio, Barramares e Jabaeté. O objetivo foi prender narcotraficantes e homicidas que atuam nesses bairros.

O delegado-geral da PCES, José Darcy Arruda, afirmou que assim que os conflitos começaram a surgir nas regiões, neste ano, designou o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DEHPP) para acompanhar de perto as ações e que, nessa quarta-feira, foi executado o plano operacional pelo qual foram efetuadas quatro prisões, além da retirada de arma de fogo e munições de circulação. “Nós não vamos parar enquanto o local não estiver em paz e para isso contamos com a população. Caso saibam do paradeiro dos demais autores dos homicídios, solicitamos que liguem para o Disque-denúncia 181. A participação da sociedade é muito importante para efetuarmos essas prisões. O anonimato dos denunciantes é garantido”, disse.

De acordo com o delegado Arthur Bogoni, que responde pelo DEHPP e pelo Notaer, ocorreram alguns casos de homicídios derivados de confrontos entre traficantes de drogas, por isso o secretário da Segurança Pública e o delegado-geral da PCES determinaram que fossem apresentadas ações para esclarecer os crimes cometidos e contribuir à inibição de recorrências.

“Ao recebermos essa determinação, o Departamento apoiou as solicitações da DHPP de Vila Velha e já na sexta-feira da semana passada foram realizadas duas prisões de suspeitos de envolvimento nesses confrontos. O delegado da DHPP apresentou esses indivíduos na última sexta-feira e as investigações continuaram. Com isso foi planejada a operação de hoje que tinha como objetivo retirar de circulação o maior número possível de envolvidos nos conflitos, para que eles parassem de acontecer”, destacou.

Diante disso, nesta quinta-feira (16), o DEHPP solicitou o apoio da Guarda Municipal de Vila Velha e do Notaer, para que fossem cumpridos diversos mandados de busca e apreensão, e diligências de cumprimento de mandado de prisão em diversos pontos da cidade.

“Sobre o resultado da operação, foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva. São pessoas que já foram denunciadas na Justiça pelo envolvimento com homicídios e outros quatro elementos foram presos com materiais que indicam a participação deles nesses confrontos. Com isso, seis suspeitos foram tirados de circulação nesta data e mais dois na última sexta-feira”, apontou o delegado.

Arthur Bogoni, foi copiloto da aeronave do Notaer utilizada na operação. “Foi estabelecido um perímetro de segurança em apoio aos policiais que estavam atuando no bairro 1º de Maio e nas proximidades de Pedra dos Búzios. O apoio foi solicitado tendo em vista os últimos acontecimentos, dado que poderia haver algum tipo de retaliação. Felizmente a operação ocorreu com tranquilidade, não houve registro de nenhum disparo de arma de fogo, resistência ou pessoas feridas. O emprego da aeronave foi para reforçar a segurança durante a operação tanto para os policiais quanto para a comunidade”, explicou.

O titular da DHPP, delegado Tarik Souki, contou que, na ocasião, a equipe conseguiu prender dois indivíduos nos bairros Pedra dos Búzios e Alecrim. “Eles participaram dos confrontos que têm ocorrido naquela região desde o início do mês e, inclusive, um desses indivíduos presos foi vítima da dupla tentativa ocorrida em 10 de janeiro. A DHPP logrou êxito em prender os dois autores desse crime, um deles tinha mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime de tráfico de drogas e foi preso com algumas munições de calibre 38, e o outro suspeito foi detido pelo cultivo de maconha e com material para sua embalagem”, pontuou.

Já no bairro Barramares, o delegado relatou que foi preso um suspeito envolvido com o narcotráfico. Ele estava com uma espingarda calibre 12 e algumas munições. Em Jabaeté, outro homem foi detido apontado como autor do duplo homicídio ocorrido em Morada da Barra, ocorrido em quatro de novembro de 2019.

“No bairro São Torquato ocorreram aproximadamente 25 homicídios a menos em 2019 se comparado a 2018. Porém, em novembro de 2019, houve um duplo homicídio no bairro Zumbi dos Palmares e isso acirrou a guerra entre narcotraficantes pelo controle do comércio de drogas.”

O delegado acrescentou que os policiais efetuaram as diligências, produziram provas robustas contra os autores e prenderam, no mesmo dia os indivíduos que estavam em confronto. “As investigações estão em curso, brevemente daremos mais respostas e já estamos efetuamos novas prisões. A comunidade está mais calma, mais tranquila naquele local”, garantiu Tarik.

Todos os detidos foram encaminhados para o (CTV).

Esta noticia já foi lida331 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *