Ministério do Desenvolvimento Regional renova contratos e garante recursos para macrodrenagem no Espírito Santo

14:53 h

Após solicitação da bancada federal capixaba e do governador Renato Casagrande, o Ministério do Desenvolvimento Regional autorizou a renovação, até o final do próximo ano, do prazo dos contratos para obras de macrodrenagem em Vila Velha, Cariacica, Viana e Colatina. Com isso, o Estado poderá prosseguir com os investimentos que totalizam mais de R$ 238 milhões.

A solicitação havia sido feita pela bancada, pelo governador Casagrande e pelo Secretário de Estado de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, em março deste ano ao ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

Os projetos que dependem do orçamento geral da União estão na Bacia do Rio Aribiri e Jardim de Alah, em Vila Velha e Cariacica, a Bacia do Rio Formate e do Córrego da Ribeira, em Viana, além da Bacia do Córrego São Silvano, em Colatina. O valor total dos investimentos nessas obras é de R$ 238.194.234,23.

“Para o Espírito Santo é uma importante conquista. A dedicação de toda a bancada, em conjunto com o Governo do Estado, foi fundamental para esta conquista. São recursos da União que virão para o Espírito Santo para intervenções que vão aliviar muito a situação das pessoas que vivem em áreas que são afetas em períodos de fortes chuvas. A prorrogação do prazo dará condições para que o Estado contrate e execute as obras”, disse o coordenado da bancada federal capixaba, deputado Da Vitória (Cidadania-ES).

A bancada também esteve recentemente com a Caixa Econômica, em Brasília, para tratar das obras de macrodrenagem que dependem dos recursos do FGTS: a Bacia do Córrego Campo Grande, que envolve os municípios de Cariacica e Vila Velha, e as Bacias dos Canais da Costa e Guaranhuns, em Vila Velha. O valor do investimento previsto é de R$ 217,5 milhões.

Esta noticia já foi lida112 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *