“Projeto Político Militar não tem preferência por partido”, afirma presidente do PPM

Movimento organizado por militares e que conta com a participação das cinco associações de policiais e bombeiros militares do Espírito Santo, o Projeto Político Militar (PPM) está organizando candidaturas para a eleição de vereadores e prefeitos em 2020 por todo o Estado. O presidente do PPM, Tenente Coronel Wagner Borges, do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo, destaca que o projeto não tem preferência por partido e que quer viabilizar a candidatura de militares e, onde não tiver um nome competitivo, poderá apoiar um civil comprometido com os valores do PPM.

“O Projeto Político Militar é apartidário, sem viés ideológico ou corporativo. O PPM não recebe influência de qualquer político ou ex-político, não é filiado, subordinado ou nem tem preferência por qualquer partido. É através da política e não da politicagem que irá se mudar a realidade atual”, destaca o tenente-coronel. “Graças a união de esforços das associações o projeto amadureceu muito, sem desenvolver uma ideologia que o vincule a grupos ou outra forma de mentalidade corporativa”, acrescenta.

O presidente do PPM relata que o projeto também organizou um Movimento chamado Sociedade Segura que busca tornar a sociedade mais segura e justa. “O Projeto está em seu melhor momento, pois além de já estar influenciando o pleito adiante em 2020 para as prefeituras e câmaras municipais, tem como objetivo principal desenvolver a participação permanente do movimento na política organizada do Espírito Santo em todos os seus níveis de participação. Não está em jogo gerar representantes políticos da classe militar, mas sim aproveitar a liderança deste grupo, formando a partir deles representantes que vão agregar na discussão política da sociedade a voz deste setor, com o que ele tem a acrescentar em prol de toda a sociedade”, acrescenta o tenente-coronel Wagner.

Hoje, o PPM conta com um presidente, um consultor externo e reúne todas as associações reconhecidas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros — Associação dos Oficiais Militares (Assomes), Associação dos Cabos e Soldados (ACS), Associação dos Bombeiros Militares (Abmes), Associação dos Militares da Reserva (Aspomires) e a Associação dos Subtenentes e Sargentos (Asses).

No dia 05 de outubro realiza-se o 1° Seminário do Projeto Político Militar, data limite para que todos associados da categoria que pretendem ser pré-candidatos pelo PPM possam se inscrever.

Esta noticia já foi lida213 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *