Treme treme: golpe no Uber e 99 deixa corrida quatro vezes mais cara

Você usa o Uber ou o 99POP para se locomover pela cidade? Se a resposta for sim, é preciso ter cuidado com um golpe que, apesar se não ser exatamente novo, tem ganhado cada vez mais força. Motoristas estão burlando o GPS do aplicativo para deixar as corridas mais caras. Mas não para por aí: após serem punidos pela plataforma, os golpistas compram contas falsas para continuarem pegando passageiros e ganhando dinheiro. Em uma outra modalidade, eles conseguem “furar a fila” e pegar corridas nos aeroportos com mais facilidade.

No YouTube, motoristas dos aplicativos já postaram vídeos denunciando o esquema praticado por outros. Segundo os depoimentos, para tornar as corridas mais caras, os motoristas burlam o GPS do próprio aplicativo para que as viagens durem muito mais tempo do que o necessário. O golpe é conhecido como Treme Treme e, nas redes sociais, há relatos de corridas que saíram quase quatro vezes mais caras do que o orçado pelo aplicativo.

MMG informatica EAD

O esquema polêmico se dá de forma simples e só funciona se o celular do motorista for Android, por um recurso que é nativo do smartphone e do sistema operacional. Apesar de poder notar que o caminho está mais longo do que o comum, o passageiro não consegue perceber o golpe efetivamente, uma vez que o motorista está seguindo o caminho indicado pelo GPS.

Após encerrada a corrida, quando os passageiros reclamam os valores excessivos e entram em contato com as empresas, os motoristas são punidos. Assim, a conta do fraudador, na Uber, fica negativa e as corridas que entrarem servirão para abater a dívida. O jeito encontrado de burlar os descontos, é comprar contas falsas. Para isso, o motorista consegue, inclusive em grupos no Facebook, comprar aparelhos celulares com o aplicativo de motorista já logados em uma conta com dados de terceiros. Dessa forma, é possível continuar pegando e fraudando corridas.

Outra modalidade do golpe acontece em aeroportos, onde os motoristas que desejam pegar passageiros enfrentam longas filas de espera. Os golpistas, porém, travam o aplicativo para conseguir ficar menos tempo esperando por uma chamada. Assim, a espera pode durar menos de trinta minutos.

TechTudo entrou em contato com a Uber, que se pronunciou por meio de uma nota. “A Uber mantém equipes e tecnologias permanentemente analisando viagens suspeitas ou violações de termos de uso. Caso alguma irregularidade seja comprovada, os envolvidos podem ser descredenciados da plataforma”, diz o texto.

Já a 99Táxis, negou as denúncias. “A 99 informa que não tem registros de tal prática em sua plataforma. Motoristas ou passageiros que tenham indício desta situação, devem denunciar à 99, para que a equipe de segurança possa atuar com prioridade”, afirmou em nota. Com informações Tech Tudo.

Esta noticia já foi lida286 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *