Ações de inovação estimulam alunos a explorarem a leitura e ferramentas digitais no ES

18:39 h

A Secretaria de Estado da Educação (Sedu), por meio do Programa +Sedu Digital, está revitalizando as bibliotecas e espaços de leitura das unidades escolares. Nessa mesma perspectiva, foram criadas plataformas digitais para apresentar as ações e oferecer acesso aos registros dos livros catalogados nesses espaços.

A reorganização e inovação dos espaços escolares é uma das prioridades do Plano Escolar de Inovação e Tecnologia. Segundo a Assessora de Tecnologia Educacional da Sedu, Carmem Prata, com a evolução da tecnologia, as bibliotecas tendem a se transformar em espaços de interação e geração de ideias.

“Esses espaços precisam estar em constante evolução para se adaptarem às novas demandas pedagógicas apoiadas pelas tecnologias. Dessa forma, se tornam ambientes também para criação, colaboração e aprendizagens coletivas, gerando novas e mais oportunidades para os estudantes”, explicou Prata.

Bibliotecas

Para promover a organização das bibliotecas escolares e espaços de leitura, a Sedu oferece às escolas assessoria presencial e virtual, que oportuniza a compreensão de que as bibliotecas podem oferecer aos estudantes, além dos livros, a criação de ambientes “makers”, que funcionam como espaços de aprendizagem, criação, colaboração, espaços para inclusão social e digital, espaços físicos acolhedores e acessíveis para eventos e ações culturais diversificadas, espaços de inovação e conhecimento.

O assessoramento virtual é realizado por meio de canais de comunicação como telefone, webconferências, WhatsApp, além de fórum e chat inseridos na plataforma de interação Blogteca (https://blogteca.sedu.es.gov.br), criada especificamente para a comunicação da Sedu com os responsáveis pelas bibliotecas escolares. Com o Blogteca as escolas podem compartilhar as ações de leitura, oficinas e outras ações de promoção à leitura.

Catálogo Online

A catalogação do acervo das bibliotecas escolares, utilizada pela rede de ensino estadual, possibilita acesso virtual aos livros disponíveis nas escolas a partir de qualquer dispositivo móvel ou computadores de mesa, conectados à internet. Isso possibilita o acesso tanto ao catálogo virtual como à plataforma de interação Blogteca.

A catalogação do acervo conta atualmente com 32 escolas. As unidades inseriram aproximadamente seis mil títulos e 31 mil exemplares no catálogo online das bibliotecas.

Acesse o catálogo: https://bibliotecas.sedu.es.gov.br/

Para ampliar o acesso aos títulos catalogados também foi criado um aplicativo: https://play.google.com/store/apps/details?id=bibliotecas.sedu.es.gov.br.catlogodasbibliotecassedu.

Com esta ferramenta os estudantes podem localizar livros, reservar, renovar empréstimo e compartilhar seus títulos preferidos.

Monitoria Voluntária

A monitoria voluntária foi outra estratégia criada para auxiliar no processo de revitalização das bibliotecas. Os voluntários contribuem na elaboração de projetos que envolvem tecnologias nos locais.

A Monitoria é praticada exclusivamente pelos estudantes e tem como objetivo desenvolver uma prática socioeducativa, de caráter formativo, que conduz ao exercício efetivo de valores e atitudes para intervir e promover a transformação da realidade local.

A professora Yara Duque, da Escola Estadual Rômulo Castelo, da Serra, observa que, por meio do trabalho voluntário, os alunos desenvolvem a autonomia, protagonismo e contribuem para a revitalização do espaço. “Os alunos auxiliam na inserção de exemplares no catálogo digital e na etiquetagem dos livros, bem como na organização das estantes e do ambiente como um todo”, disse Duque.

O Programa de Monitoria Voluntária Estudantil no âmbito da Rede Estadual do Espírito Santo foi estabelecido na Portaria nº 098-r, de 16 de agosto de 2017. Saiba mais em: https://goo.gl/XAh5Qz

Esta noticia já foi lida11 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *