Ave do ES deve brilhar em feira de observadores de aves do Brasil e do mundo

17:22 h

Descoberta em 1870, a ave Saíra-apunhalada (Nemosia rourei) ficou 100 anos sem ser registrada e documentada por pesquisadores. Em 1998, o pássaro foi redescoberto em um fragmento florestal na região serrana do Espírito Santo. Em 2003, foi registrada em uma área vizinha e desde então vem sendo observada apenas nesses dois locais.

A ave é conhecida por esse nome porque, além de sua plumagem branca e cinza, tem manchas vermelhas que lembram a ferida causada por um punhal.

A espécie de extrema raridade e restrita a matas bem preservadas pode ser a grande estrela da Feira Avistar Brasil 2019, que acontece neste final de semana em São Paulo, levada pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur).

O Estado é um destino importante como produto turístico no cenário nacional, com 654 espécies de aves cadastradas e 21 unidades de conservação aptas a receber estes visitantes além de condutores de observadores de aves capacitados.

Além da Saíra, outro grande atrativo que será levado para o evento pela equipe da Setur e da Seama são os pios fabricados na Fábrica de Pios. A fábrica fundada por Maurílio Coelho, em 1903, em Cachoeiro do Itapemirim, é a única especializada na fabricação de pios artesanais na América Latina. Fabrica mais de 40 diferentes tipos de pios, reproduzindo com fidelidade e maestria o canto de várias espécies de aves.

A feira Avistar Brasil 2019 acontece de 17 a 19 de maio e reúne todos os setores ligados à observação de aves.

Esta noticia já foi lida45 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *