Cresce o número de empresários do turismo aptos a contratar recursos no Bandes

O número de empresários que atuam com empreendimentos do segmento turístico no Espírito Santo aptos a contratar recursos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur) registrou um aumento de 51% no 1º semestre deste ano. A alternativa de financiamento direcionada, especialmente para bares, restaurantes e empresas do ramo de hospedagem, tem o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) como agente credenciado para repassar os recursos do Ministério de Turismo.

De acordo com dados da Gerência de Gestão do Turismo da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), em 2018 foram 1.177 cadastros realizados. No primeiro semestre de 2019 foram registrados 1.788 cadastros, um aumento de 51% em relação a todo o ano anterior.

Para contratação do financiamento junto ao Bandes, o empresário deve aderir ao Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur). O Fungetur consiste em um mecanismo de crédito essencial ao fomento do turismo como negócio e estratégia para o desenvolvimento social e econômico – geração de emprego e renda, inclusão social e melhoria da qualidade de vida. Tradicionalmente, o Bandes apoia as particularidades econômicas de cada região com crédito estruturado e orientado com objetivo de construir um arranjo econômico local forte, que promova a geração de emprego e de renda. O Espírito Santo, devido à grande potencialidade de destinos, com montanhas e belo litoral, pode ter essa vocação incrementadas com os recursos do Fungetur para a formação de uma rede turística moderna e competitiva.

Os recursos financiam a modernização, reforma e ampliação de hotéis, pousadas, outros meios de hospedagem de turismo, centros de convenções, parques temáticos, e outros locais destinados a feiras, exposições e assemelhados, abrangendo obras e/ou aquisição de máquinas e equipamentos, incluindo os serviços vinculados aos empreendimentos.

A promoção dos financiamentos concedidos com recursos do Fungetur resulta na elevação do nível dos serviços prestados ao turista e na expansão das oportunidades de instalação de novos negócios e de geração de emprego e renda, em atividades direta ou indiretamente ligadas ao turismo.

Condições operacionais:
Investimento Fixo
O Fundo possibilita financiamentos de obras civis para implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos.
Juros a partir de 6% ao ano
Carência: até 5 anos
Amortização: até 20 anos
Prazo total: até 20 anos

Máquinas e Equipamentos
O Fundo possibilita financiamentos de máquinas e equipamentos destinados a empreendimentos turísticos.
Juros a partir de 5% ao ano
Carência: até 1 ano
Amortização: até 5 anos
Prazo total: até 5 anos

Esta noticia já foi lida1046 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *