Espírito Santo recebe capacitações para turismo de observação de baleias

13:51 h

Iniciou nessa quinta-feira (06) a programação voltada para a capacitação para turismo de observação de baleias no Espírito Santo. A ação está contemplada no Programa Investe Turismo Espírito Santo lançado recentemente em uma parceria nacional entre o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espirito Santo (Sebrae Es), Ministério do Turismo (Mtur) e a Embratur.

A abertura contou com a presença da diretora de Pesquisa do Instituto Australis, Karina Groch que falou sobre os “Desafios de Conservação das Baleias Franca em Santa Catarina: Turismo de Observação e Monitoramento em Área Portuária”.

Nesta sexta-feira (07) acontece a Capacitação dos Profissionais Marítimos e cadeia de turismo náutico. E a partir do dia 12 a 15 de junho, será realizado o II Simpósio Latino Americano sobre o Turismo de Observação de Baleias: Status e Perspectivas para a América Latina, no auditório do Sebrae ES.

As atividades que compõem a programação têm como objetivo conhecer boas práticas nacionais e internacionais sobre o desenvolvimento desta atividade bem como o de capacitar os profissionais marítimos e operadores turísticos capixabas, agências de viagens, guias, embarcações, meios de hospedagem, transporte, dentre outros.

O secretário de Estado de Turismo, Dorval Uliana, afirma que a observação de baleias é um ativo turístico trabalhado com muita atenção pelo Governo do Estado. “Esta união de forças para a realização desta programação atinge toda cadeia envolvida. Qualificar é a função de todos para que a atividade aconteça de forma organizada e sugura”, afirma.

Na costa capixaba a atividade de observações de baleias da espécie Jubarte tem despertado cada vez mais o interesse de moradores, turistas e pesquisadores. Essa movimentação deu início a uma discussão sobre a necessidade de desenvolver ações de estruturação para atividade, buscando alguns objetivos como a adequação entre a comercialização dos passeios e a aquisição por parte dos visitantes e turistas; capacitação dos empreendedores buscando a profissionalização; ordenamento das ações dos principais atores, convergindo esforços e recursos; e estruturação de um produto de qualidade que atenda às normas de segurança.

“Desta forma, o Sebrae acredita contribuir para promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo. Além disso, fortalecer a economia estadual com objetivos estratégicos e focados no fortalecimento dos pequenos negócios”, comenta a gerente da Unidade de Atendimento Setorial Serviços do Sebrae ES, Renata Vescovi.

As atividades são coordenadas pelos institutos O Canal, Últimos Refúgios e Baleia Jubarte e tem apoio da Vale, UFES, Secretaria de Estado do Turismo (SETUR), a Prefeitura de Vitória por meio de sua Companhia de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Vitória (CDV), Capitania dos Portos, proprietários de embarcações e agências de viagens, além do próprio Sebrae ES.

Esta noticia já foi lida104 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *