Espirito Santo se desta no turismo de aventura

O guia destacou ainda o papel do esporte de aventura na atração de turistas para o Estado e sobre as inúmeras possibilidades disponíveis na terra (arvorismo, ciclismo), na água (canoagem, mergulho, rafting) e no ar (balonismo, paraquedismo).

Paraquedismo 

Dono da única escola de paraquedismo do Estado, o empresário Tiago Cardozo também participou do encontro e destacou o potencial capixaba para o esporte. Sua empresa fica localizada em Guarapari. O município, segundo ele, tem uma das áreas de saltos mais bonitas do Brasil e do mundo, já que conta com uma paisagem que agrega o mar e a montanha.

Mesmo com tanto potencial, Cardozo ressaltou os desafios para que o esporte “decole” de vez, principalmente a viabilização econômica, já que é uma atividade cara, devido aos custos com equipamentos, tecnologias e combustível. O paraquedismo também precisa de profissionais qualificados e condições climáticas favoráveis, na opinião de Cardozo.

Capital estadual

Durante a reunião, os parlamentares ainda aprovaram o mérito do Projeto de Lei 124/2018, de autoria da deputada Raquel Lessa (Pros), que declara o município de Pancas como a capital estadual do esporte radical.

Participaram da reunião os deputados Carlos Von (Avante), Torino Marques (PSL) e Adilson Espindula (PTB), respectivamente presidente, vice-presidente e membro efetivo do colegiado.

Esta noticia já foi lida111 vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *